09/02/2021 às 23h32min - Atualizada em 09/02/2021 às 23h32min

CRF-PA já teve seu segundo presidente afastado e agora sob intervenção do Conselho Federal de Farmácia.

www.ictq.com.br e www.bacananews.com.br
Em 18 de dezembro de 2020...
O empresário e presidente do Conselho Regional de Farmácia do Pará (CRF-PA), Daniel Jackson Pinheiro Costa (foto), foi preso preventivamente em sua residência. Ele é apontado como a pessoa que contratou uma empresa para emitir nota fiscal da compra de álcool em gel, segundo o G1. A investigação, que ainda tem outros envolvidos, é sobre suspeita de fraude em licitação, lavagem de dinheiro e corrupção na compra irregular do produto por parte da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa).

O ex-secretário estadual da saúde do Pará, Alberto Beltrame, e outras cinco pessoas também foram alvos da terceira fase da operação Transparência, denominada "Álcool 70%", deflagrada no dia 18/12/2020 pelo Ministério Público do Pará. 

A operação cumpriu mandados de busca e apreensão, prisão preventiva expedidos pela Vara Especializada de Combate ao Crime Organizado, que foram executados em endereços localizados em Belém, São Paulo e Porto Alegre, com apoio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECOS) dos Ministério Públicos de São Paulo e do Rio Grande do Sul, e também das polícias civis e militares dos Estados.

Além da prisão de Jackson, Alberto Beltrame e os demais suspeitos de participação na organização criminosa foram impedidos de frequentar a Secretaria de Saúde do Pará ou qualquer outro local investigado. Eles também foram proibidos de deixar a comarca onde vivem sem autorização da Justiça por um ano e devem ser monitorados com tornozeleira eletrônica.

Após o ocorrido o presidente pediu seu afastamento e Dra. Cinthya Francinete Pereira Pires. assumiu a presidencia do CRF-PA. 

Na quinta-feira, 14/01/2021, o Conselho Regional de Farmácia do Pará (CRF-PA), sob alegação de ter recebido denúncias com pedido de apuração de diárias recebidas de maneira duplicada, em 2008, Emitiu um ofício assinado pela presidente do CRF-PA, Cinthya Francinete Pereira Pires pedindo o afastamento do presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Walter Jorge João. 

E ontem, dia 08/02/2021 a coisa ferveu...
O clima está fervendo no Conselho Regional de Farmácia do Pará (CRF-PA) por conta da intervenção do Conselho Federal de Farmácia (CFF). Nesta manhã (08/02), seis conselheiros federais, acompanhados de advogado, auditor, contador e outros profissionais do CFF teriam entrado no prédio do CRF-PA e estariam paralisando as atividades daquele órgão, com a solicitação de documentação.

A ação foi respaldada pela Portaria 14/CGP/CFF, de 5 de fevereiro de 2021, publicada no Diário Oficial de hoje (08/02). Em seu artigo 1º, o documento determina, ad referendum do Plenário e por decisão unânime da diretoria do CFF, a intervenção cautelar junto ao CRF-PA.

Além disso, ainda nomeia uma diretoria interventora provisória (por 90 dias), que deverá manter o funcionamento regular do CRF-PA, composta pelos conselheiros federais: Romeu Cordeiro Barbosa Neto (Acre), (presidente); Mônica Meira Leite Rodrigues (Alagoas), vice-presidente; e Jardel Teixeira de Moura (Rondônia), secretário-geral e tesoureiro. Também foi nomeado o assessor jurídico do CFF, Fillipe Guimarães de Araújo, para compor o quadro interventor.

Em matéria publicada no site do CFF, o órgão afirma: “O Conselho Federal de Farmácia (CFF) torna pública sua repulsa ao uso político do Conselho Regional de Farmácia do Pará (CRF-PA) pela atual gestão. Causa perplexidade que o CRF-PA, em vez de cumprir suas atribuições legais, de fiscalização da atividade farmacêutica e defesa da saúde pública está sendo usado em uma campanha de difamação do CFF e de seus conselheiros federais como cortina de fumaça para desviar a atenção de sérias acusações que levaram, durante a Operação Transparência Álcool 70%, conduzida pelo Ministério Público daquele estado, à prisão do presidente do CRF-PA, Daniel Jackson Pinheiro Costa, por desvio de R$ 2.869.200,00 da Secretaria Estadual de Saúde do Pará (SESPA)”.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp