MENU

10/02/2021 às 00h23min - Atualizada em 10/02/2021 às 00h23min

SpaceX, de Elon Musk, inicia pré-venda da internet Starlink

Encomendas não garantem a obtenção do serviço, mas valor pode ser completamente estornado, segundo o site da Starlink

tecnoblog.net
A SpaceX está expandindo os testes públicos do seu serviço de internet via satélite, Starlink, e agora aceita encomendas de possíveis clientes, iniciando pelos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido. A pré-venda já está disponível, mas a empresa afirma que algumas regiões terão cobertura a partir de meados de 2021, enquanto outras indicam cobertura em 2022, segundo informações da CNBC.

Por curiosidade, eu fiz um teste com o meu endereço aqui do Rio de Janeiro e, de acordo com informações do site oficial da Starlink, a SpaceX planeja oferecer cobertura na minha região até o final deste ano, como é possível observar na imagem abaixo.


O preço cobrado pela assinatura é de US$ 99 – taxa que a empresa afirma ser “completamente reembolsável”, já que o depósito não garante a obtenção do serviço. Segundo a companhia de Elon Musk, os pedidos serão atendidos por ordem de chegada.

O programa beta público da Starlink foi lançado em outubro de 2020, com promessa de conexão de até 150 Mb/s e latência entre 20 ms e 40 ms. Para usar, é necessário adquirir um kit com equipamento (antena e roteador) que custa US$ 499.

Mas os planos de Elon Musk vão bem mais além: o objetivo, a médio prazo, é que a internet da Starlink chegue a 1 Gb/s e, a longo prazo, a impressionantes 10 Gb/s. Atualmente, o serviço conta com 10 mil usuários, mas estima-se que sejam necessários ao menos 3 milhões de assinantes para tornar o negócio lucrativo.

Musk segue otimista, e já disse em diversas oportunidades que planeja fazer IPO da Starlink – mas antes precisa “prever o fluxo de caixa razoavelmente bem”, afirma o CEO da SpaceX.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual melhor candidato?

56.7%
26.8%
16.5%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp