17/03/2021 às 19h38min - Atualizada em 17/03/2021 às 19h38min

PGR INTIMA HELDER BARBALHO A PRESTAR CONTAS SOBRE HOSPITAIS DE CAMPANHA

Na última sexta-feira, 12, a subprocuradora da República, Lindôra Araujo, enviou um ofício ao governador do Estado, Helder Barbalho (MDB) e a outros 26 governadores de Estados brasileiros e do DF com perguntas relacionadas à gestão de recursos durante a pandemia.

O documento estabelece que as quatro perguntas escritas devem ser respondidas até sexta-feira, 19. Os questionamentos visam reunir dados sobre hospitais de campanha que tenham sido construídos, entrado ou não em funcionamento e que tenham sido desativados, além de cobrar informações sobre a destinação de seus insumos e equipamentos que compõem os hospitais. Veja a integra do documento.

O Pará já registrou 387.960 desde o início da pandemia e 9.499 mortes, segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). O Estado está a 20 dias em último lugar no ranking de vacinação, com o pior índice de pessoas vacinas por habitante, de acordo com o levantamento realizado pelo Consórcio de Veículos de Imprensa.

Essas são as quatro perguntas que os governadores terão que responder:

1. Quantos e quais hospitais de campanha foram construídos no Estado?

2. Quais hospitais de campanha foram construídos e não entraram em funcionamento? E, dentre os que entraram em funcionamento, informar a data de inauguração das atividades de atendimento.

3. Listar os hospitais de campanha que estão em funcionamento na presente data e, em relação aos desativados, informar a data da desativação e o motivo do fechamento.

4. Qual a destinação dada aos insumos e equipamentos que compunham a estrutura de eventuais hospitais de campanha que tenham sido desativados no Estado?

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp