Portal Pará Publicidade 1200x90
25/06/2024 às 15h29min - Atualizada em 27/06/2024 às 00h00min

Vinícius Júnior é um símbolo de resistência e referência na luta antirracista no futebol 

Tatiane Brazilio* 

VALQUIRIA MARCHIORI

Rodrigo Leal

A recente decisão da Justiça da Espanha, condenando três torcedores do Valencia por racismo contra Vini Jr., marca um avanço significativo na luta antirracista no futebol. Esta sentença não é apenas uma vitória legal, mas também uma conquista pessoal para o jogador brasileiro, que nunca se calou diante do preconceito e sempre exigiu punições exemplares. 

Vini Jr. transcendeu o campo de jogo e se tornou um símbolo no combate ao racismo no futebol espanhol. Sua resiliência e determinação demonstraram que os preconceituosos não podem ser os protagonistas em um cenário que, finalmente começa a reagir. Conforme apontado por Marcelo Oliveira, presidente do Observatório Racial do Futebol, Vini Jr. se destaca por ser um atleta ativo e um dos principais jogadores do mundo, elevando a importância de sua voz na luta antirracista. 

Desde a sua chegada ao futebol espanhol, em 2018, Vini Jr. tem enfrentado ataques racistas de torcedores rivais de diversos clubes. Mesmo diante de atos deploráveis, como um boneco com sua camisa sendo enforcado em Madrid, o camisa 7 do Real Madrid mantém a cabeça erguida e se recusa a ser silenciado. Suas ações e postura firme não só o tornaram uma figura central na luta contra o preconceito, mas também influenciaram ações como a da seleção brasileira, que jogou um amistoso contra a seleção de Guiné com camisas pretas em apoio à causa. 

A importância de Vini Jr. vai além de seu desempenho em campo. Ele conseguiu trazer o debate sobre racismo para o centro das atenções, tanto na Espanha, quanto internacionalmente. Com o apoio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), do governo brasileiro e de outras autoridades, Vini Jr. transformou o combate ao racismo em uma questão global no futebol. Conquistas que não vieram sem lutas por reconhecimento, precisaram ser negociadas por ele em posicionamentos firmes. A condenação histórica dos torcedores do Valencia é um reflexo direto de sua persistência e coragem em não aceitar a inércia das autoridades. 

Embora Vini Jr. não seja o primeiro nem o único atleta negro a sofrer racismo na Espanha, sua voz e sua recusa em se calar fizeram a diferença. Ele conseguiu, através de sua insistência, que torcedores racistas fossem finalmente punidos, algo inédito até então. Vini Jr. se torna, assim, uma referência imprescindível na luta antirracista no futebol mundial. Mostra que jogadores, em tempos de futebol como verdadeiros espetáculos midiáticos, podem utilizar essa exposição para liderarem transformações sociais positivas.  

Portanto, a trajetória de Vini Jr. não é apenas um exemplo de sucesso esportivo, mas também um ato de coragem e luta contra o racismo. Sua postura serve de inspiração para muitos, mostrando que a resistência e a demanda por justiça podem, sim, trazer mudanças significativas.  

* Tatiane Brazilio é especialista em Desenvolvimento Humano para Estratégia e Inovação e professora nos cursos de pós-graduação em Recursos Humanos do Centro Universitário Internacional Uninter.’ 

 


Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
VALQUIRIA CRISTINA DA SILVA
valcsilvaa@gmail.com


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp